Follow by Email

segunda-feira, 9 de maio de 2011

PORQUE AS COISAS MÁS ACONTECEM CONOSCO

Em Eclesiastes capítulo 9 versículos 2 e 3 o Rei Salomão afirma o seguinte: “Tudo sucede igualmente a todos: o mesmo sucede ao justo e ao perverso; ao bom, ao puro e ao impuro; assim ao que faz sacrifício como ao que não faz sacrifício; ao bom como ao pecador; ao que jura como ao que teme o juramento. Esse é o mal que há em tudo quanto se faz debaixo do sol; a todos sucede o mesmo; também o coração dos homens está cheio de maldade,nele há atos de loucura enquanto vivem; depois rumo aos mortos.” Todas as pessoas passam por sofrimentos sejam estes físicos, sentimentais ou mentais durante suas trajetórias de vida, e num desespero de muita dor buscam sempre um culpado para descarregar a ira e muitas vezes culpam Deus por não intervir no caso.
Quando o apóstolo Paulo falou em Romanos no capítulo 8 versículo 28: ”Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito” ele não estava se referindo só as boas coisas como muita gente pensa. A afirmação “todas as coisas” também faz referências às coisas más. Tem gente que não admite como uma coisa má pode contribuir para o bem de alguém. Precisa ler na Bíblia sobre a vida de José do Egito.
Estamos em plena comemoração do dias das mães e perto da comemoração do dia dos pais e me veio a melhor oportunidade de fazer uma pergunta a todas as mães e pais desse mundo.
Vocês teriam a coragem mesmo tendo muitos filhos de separar nem que seja um só deles e tendo ele aceitado humildemente entregá-lo na mão de carrascos para ser escarnecido, oprimido, cuspido, esbofeteado, torturado, humilhado, e levado como um cordeiro ao matadouro, sem ter direito a abrir sua boca, sendo tirado dele qualquer direito de defesa e sem ter cometido dano algum cravá-lo numa cruz para sangrar até a morte? Quais pais fariam isso?
Nós por natureza merecíamos porque somos pecadores. O Filho de Deus antes do mundo existir já era Deus juntamente com Deus Pai e o Espírito Santo de Deus.
Deus quando enviou seu único Filho Jesus Cristo para dar a vida naquela cruz pelos nossos pecados ele não estava visando para a humanidade um bem material, pois por mais importante que seja um bem terreno, até mesmo um filho, esse não seria um bem duradouro para nós, pois seria um bem terreno e teria um fim. O Senhor Jesus disse que tudo passará, porém a Sua Palavra jamais passará, pois somente nela esta contida a maior promessa de Deus para nós, a vida eterna. Não uma vida passageira, mas uma vida sem sofrimento nem dor que não é medida por tempo e sim uma vida como a vida de quem está com Cristo Jesus. “Porquanto o Senhor mesmo, dada a sua palavra de ordem, ouvida a voz do arcanjo, e ressoada a trombeta de Deus, descerá dos céus, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro; depois nós, os vivos, os que ficarmos, (os que aceitaram o Senhor Jesus como seu salvador e o corpo ainda vive) seremos arrebatados juntamente com eles, entre nuvens, para o encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor,” 1 Tessalonicenses 4: 16,17.

Nenhum comentário:

Postar um comentário