Follow by Email

sábado, 21 de maio de 2011

FAZENDO MISSÃO EM ORAÇÃO: Porque o PL 122/2006 é inconstitucional

FAZENDO MISSÃO EM ORAÇÃO: Porque o PL 122/2006 é inconstitucional: "Antes de fazer qualquer comentário, é importante frisar que uma coisa é criticar conduta, outra é discriminar pessoas. No Brasil, pode-se c..."

O ENCONTRO

O ENCONTRO
No decorrer da vida, fatos importantes vão acontecendo e marcando a nossa existência de tal maneira que nós os inserimos na nossa história através de datas para serem lembrados ou comemorados.Estas datas são muito pessoais, portanto, fatos distintos da vida de cada um.
Esse acontecimento singular difere de pessoa para pessoa; muitas vezes o mesmo fato que é de suma importante para alguns é de menos significado para outros.
Desde a minha meia idade até hoje na minha velhice, quando nos tornamos mais observadores, pude perceber que raríssimas vezes um encontro tenha sido citado como um acontecimento fundamental na vida de alguém.
A Bíblia Sagrada narra grandes encontros que foram fundamentais na vida de muitas pessoas. Podemos citar alguns como exemplo: O encontro de Abraão com o Anjo do Senhor quando esse bradou a Abraão para que não sacrificasse “nossa promessa”, a pedido de Deus o seu próprio filho Isaque, Gn. 22: 11-12; O encontro de José com Israel depois de muitos anos seu Pai Israel o considerá-lo morto por animais ferozes. Gn 46: 29-30; O encontro de Moisés com Deus no meio da sarça ardente, Ex. 3: 4-5 e o encontro de Davi com Golias,1Sm. 17: 44-46, dentre muitos outros encontros do Velho Testamento.
Mais é no Novo Testamento principalmente nos quatro Evangelhos que percebemos a importância e quanto vale dependermos de pelo menos um encontro em nossas vidas.
Quando o Senhor Jesus deixou a sua glória nos céus para vir ao mundo, Ele tinha tão somente um propósito que é fazer a vontade de Deus. E qual é à vontade de Deus?
No Evangelho de João capítulo 6 versículo 40, o próprio Senhor Jesus explica dizendo: “Portanto à vontade daquele que me enviou é esta: que todo aquele que vê o Filho, e crer nele tenha vida eterna, e Eu o ressuscitarei no último dia”. Como poderemos vê-lo para crer se não tivermos a disposição para encontrá-lo? Por isso é que eu disse que dependemos todos de pelo menos um encontro e esse é o único encontro que todos nós deveríamos buscar se quisermos ter uma vida abundante como ele falou; uma vida eterna. Onde buscarmos um encontro com Jesus? O próprio Senhor Jesus lhe ensina o caminho. “Examinais as Escrituras, (Bíblia) porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam”. Jó. 5: 39. Quer encontrá-lo? Siga os seus conselhos porque se o buscardes o encontrareis. E Ele mesmo disse: “Em verdade em verdade vos digo que, se alguém guardar a minha palavra, nunca verá a morte eterna”. Jó. 8; 51. “Todo aquele, pois, que escuta estas minhas palavras e as pratica, assemelhá-lo-ei ao homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha. E desceu a chuva, e correram os rios, e assopraram os ventos e combateram contra aquela casa, e não caiu, porque estava edificada sobre a rocha”. E aquele que ouve estas minhas palavras e as não cumpre, compará-lo-ei ao homem insensato, que edificou a sua casa sobre a areia. E desceu a chuva, e correram os rios, e assopraram os ventos, e combateram aquela casa, e caiu, e foi grande a sua queda”. Mt. 7: 24-27. Jesus também disse: ‘Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim”. Jó. 14: 6. Jesus está na Bíblia a fonte da Palavra de Deus e da Vida.

segunda-feira, 9 de maio de 2011

PORQUE AS COISAS MÁS ACONTECEM CONOSCO

Em Eclesiastes capítulo 9 versículos 2 e 3 o Rei Salomão afirma o seguinte: “Tudo sucede igualmente a todos: o mesmo sucede ao justo e ao perverso; ao bom, ao puro e ao impuro; assim ao que faz sacrifício como ao que não faz sacrifício; ao bom como ao pecador; ao que jura como ao que teme o juramento. Esse é o mal que há em tudo quanto se faz debaixo do sol; a todos sucede o mesmo; também o coração dos homens está cheio de maldade,nele há atos de loucura enquanto vivem; depois rumo aos mortos.” Todas as pessoas passam por sofrimentos sejam estes físicos, sentimentais ou mentais durante suas trajetórias de vida, e num desespero de muita dor buscam sempre um culpado para descarregar a ira e muitas vezes culpam Deus por não intervir no caso.
Quando o apóstolo Paulo falou em Romanos no capítulo 8 versículo 28: ”Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito” ele não estava se referindo só as boas coisas como muita gente pensa. A afirmação “todas as coisas” também faz referências às coisas más. Tem gente que não admite como uma coisa má pode contribuir para o bem de alguém. Precisa ler na Bíblia sobre a vida de José do Egito.
Estamos em plena comemoração do dias das mães e perto da comemoração do dia dos pais e me veio a melhor oportunidade de fazer uma pergunta a todas as mães e pais desse mundo.
Vocês teriam a coragem mesmo tendo muitos filhos de separar nem que seja um só deles e tendo ele aceitado humildemente entregá-lo na mão de carrascos para ser escarnecido, oprimido, cuspido, esbofeteado, torturado, humilhado, e levado como um cordeiro ao matadouro, sem ter direito a abrir sua boca, sendo tirado dele qualquer direito de defesa e sem ter cometido dano algum cravá-lo numa cruz para sangrar até a morte? Quais pais fariam isso?
Nós por natureza merecíamos porque somos pecadores. O Filho de Deus antes do mundo existir já era Deus juntamente com Deus Pai e o Espírito Santo de Deus.
Deus quando enviou seu único Filho Jesus Cristo para dar a vida naquela cruz pelos nossos pecados ele não estava visando para a humanidade um bem material, pois por mais importante que seja um bem terreno, até mesmo um filho, esse não seria um bem duradouro para nós, pois seria um bem terreno e teria um fim. O Senhor Jesus disse que tudo passará, porém a Sua Palavra jamais passará, pois somente nela esta contida a maior promessa de Deus para nós, a vida eterna. Não uma vida passageira, mas uma vida sem sofrimento nem dor que não é medida por tempo e sim uma vida como a vida de quem está com Cristo Jesus. “Porquanto o Senhor mesmo, dada a sua palavra de ordem, ouvida a voz do arcanjo, e ressoada a trombeta de Deus, descerá dos céus, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro; depois nós, os vivos, os que ficarmos, (os que aceitaram o Senhor Jesus como seu salvador e o corpo ainda vive) seremos arrebatados juntamente com eles, entre nuvens, para o encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor,” 1 Tessalonicenses 4: 16,17.

sexta-feira, 6 de maio de 2011

TODA VERDADE ABSOLUTA PROVÉM DE DEUS

TODA VERDADE ABSOLUTA PROVÉM DE DEUS
Toda verdade absoluta provém de Deus, sendo que a única fonte infalível de conhecer a sua verdade é ler e crer na sua Palavra. As referências bíblicas usadas nesse trabalho são todas comprovações de algumas das suas verdades.
Quando nascemos, não imaginamos que paradoxalmente ao raciocínio humano existe uma assertiva na afirmação de que; todos nós de alguma maneira já nascemos mortos. Encontramos na Bíblia em Romanos 5: 12 o motivo pelo qual nos tornamos herdeiros desta morte “Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens porque todos pecam.”
Muitas pessoas ao lerem a referencia de que “todos de alguma maneira já nascemos mortos” imaginam ser uma afirmação quanto à morte corporal futura e não pode conceber que estando andando comendo, bebendo, dormindo e acordando eles estejam mortos. Para comprovar que independente da morte corporal nós ao nascermos estamos realmente mortos, citaremos do livro de João 3: 3,5,6, duas respostas do Senhor Jesus a um homem chamado Nicodemos muito influente entre os judeus: “A isto respondeu Jesus: Em verdade, em verdade te digo que se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus. Respondeu Jesus: Em verdade, em verdade te digo: Quem não nascer da água e do Espírito não pode entrar no reino de Deus. O que é nascido da carne é carne ; e o que é nascido do Espírito e espírito.” Como alguém deverá nascer espiritualmente se não estiver morto.
Na maioria as pessoas estão apegadas de tal maneira a este mundo que não conseguem distinguir entre vida carnal terrena e vida espiritual eterna. Vida terrena varia do nascimento até no máximo 120 anos. Em Genesis está escrito: “Então disse o Senhor: O meu Espírito não agirá para sempre no homem, pois ele é carnal; e os seus dias serão cento e vinte anos.” Vida eterna é viver para sempre e isso é vida atemporal não está controlada por tempo. Diz-se viver eternamente com Deus, ou voltar para quem o criou.
Morrer sem um novo nascimento é morrer novamente, isto é morrer duas vezes, além de não poder entrar no reino de Deus como disse Jesus em João 3, o nome não estará escrito no livro da vida. Sabe o que isso significa? Lemos em Apocalipse 20: 14-15 que: “Então a morte e o inferno foram lançados para dentro do lago de fogo. Esta é a segunda morte, o lago de fogo. E se alguém não foi achado escrito no livro da vida, esse foi lançado para dentro do lago de fogo.”
Nós só temos uma chance para não continuarmos mortos espiritualmente como nascemos, é aceitar o chamado de Jesus “Respondeu-lhes Jesus: Eu sou o caminho e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.” João 14: 6. “E não há salvação em nenhum outro; porque abaixo do céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens, pelo qual importa que sejamos salvos.” Atos 4: 12. Jesus te ama aceite-o hoje.
Pr Caubi

Ciência e o Criador: Um Aedes aegypti diferente.

Ciência e o Criador: Um Aedes aegypti diferente.: "Aedes aegypti Parece estranho, mas, pesquisadores da University of Queensland, na Austrália estão testando um novo método de reduzir ..."